quarta-feira, 4 de maio de 2011

Encerramento do blog

 

Caros leitores,
Viva Cristo Rei! Salve Maria!

Venho por intermédio desta postagem, comunicar que este blog será encerrado no próximo dia 04 de julho. Agradeço a todos.

Fiquem com Deus.

Abraço

Gederson

sábado, 26 de março de 2011

ARCEBISPO DE FERRO, ARCEBISPO DE LÃ

 
Por ocasião dos 20 anos da morte de Dom Lefebvre, como singela homenagem, publicamos a conferência de Dom Tissier, a respeito da vida de Dom Lefebvre, que juntamente com Dom Antônio, nos ensinaram o que é, e como deve ser um Bispo. Obrigado, Monsenhor ! 
 
D Marcel Lefebvre
ARCEBISPO DE FERRO, ARCEBISPO DE LÃ
A VIDA E A PERSONALIDADE DE MONS. MARCEL LEFEBVRE
Por Dom Bernard Tissier de Mallerais

A conferência que transcrevemos a seguir foi dada por Dom Bernard Tissier de Mallerais, um dos quatro bispos da Fraternidade S. Pio X, quando de sua passagem pela nossa Capela de N. Sra da Conceição, em Niterói, R.J., em dezembro de 2003. Dom Tissier é autor da mais completa biografia da vida de Dom Marcel Lefebvre, que foi editada em 2002 pelas Edições Clovis (França), contendo mais de 700 páginas

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Assis e a Dominus Iesus


Nota: Saiu recentemente um texto de Paolo Rodari, aventando mudanças no III encontro de Assis, baseando-se na Dominus Iesus. Surpreendentemente, o então Cardeal Ratzinger ao dizer o Credo niceno-constantinopolitano, neste documento, omite mesmo o Filioque que foi motivo da ruptura dos orientais da chamada Igreja Ortodoxa. Já no templo luterano (como Bento XVI), ao sequazes de Lutero, disse que “somente Deus pode nos dar unidade”. Aqui ele já omite plenamente a Dominus Iesus, onde se reafirmaria que a Igreja Católica é necessária para a salvação. Assim, ele só poderia ter dito aos luteranos “somente Deus pode trazê-los de volta a unidade da única Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo: Una, Santa, Católica e Apostólica. Para que se convertam e sejam salvos”. Não afirmando isto, deixa-se margens para entender que os luteranos podem encontrar salvação fora da Igreja. Mas o problema como colocado pelo Papa, não se trata de um problema de salvação a priori, mas um problema de unidade. Talvez os luteranos também estejam dentro da Igreja Católica, mas estejam em “meia comunhão”. Como se fosse possível dizer SIM NÃO…
Por essas e outras, o documento Dominus Iesus, não mudará em nada o III encontro de Assis. Abaixo segue o texto de Georcione Lima, analisando a Declaração Dominus Iesus (disponibilizado pelo site Capela). Um bom esclarecimento!

domingo, 13 de fevereiro de 2011

A paz de Cristo e a “paz” de Assis

 
FALAM DA PAZ, MAS NÃO É A PAZ
A paz do mundo procura sua plataforma entre os homens, no que eles têm de parecido e de comum. Constrói sobre fundamentos da igualdade.
Procede por concessões e por silêncios. Faz concessões ao erro e ao mal, envolve no silêncio a verdade e o bem, coloca o verdadeiro e o falso, o bem e o mal no mesmo pé de igualdade e lhes concede os mesmos direitos. Assim pensa apaziguar todas as reclamações e reinar sem problemas.